ORAÇÃO, A CHAVE PARA A VITÓRIA

Costumamos definir nosso relacionamento com Deus em uma palavra: oração. Essa é uma arte da qual muito se fala e pouco se conhece. Para que a oração seja respondida, deve ser feita de acordo com os princípios estabelecidos na Palavra de Deus.

Oração é algo sério, específico, objetivo, e segue as regras e princípios da Palavra de Deus. Paulo adverte-nos a orar em todo tempo. "com toda oração e súplica..." (Efésios 6.18).

Há diversos tipos de oração. Poderíamos classificar as orações em três níveis: Deus, Nós e os outros. Dentro de cada um desses níveis a tipos de oração.

DEUS COMO CENTRO DAS NOSSAS ORAÇÕES

Há orações que são dirigidas a Deus visando Deus mesmo; o que Ele é, o que Ele faz, e o que Ele tem nos feito. Nesse tipo de oração não se busca outra coisa a não ser apresentar a deus nossa gratidão, nosso louvor e adoração. Dentro deste nível temos três tipos de oração.

1 - Ações de graça - a expressão do nosso reconhecimento e gratidão pelo que o Senhor tem nos feito. Expressa gratidão Pelas bênçãos que Deus tem nos dado (Salmos 100.4; Colossenses 3.15).

2 - Louvor -  a oração de louvor é um passo além das ações de graça. São expressões de louvor a Deus pelo que Ele faz. Louvar é reunir todos os feitos de Deus e expressá-lo em palavras uma atitude de gratidão (Salmos 34.1; Hebreus 13.15).

3 - Adoração -  O tipo de oração que exalta Deus pelo que Ele é. É a entrada  no Santo dos Santos para responder ao amor de Deus. Ali nada fala do homem, mas de Deus. É o reconhecimento do que Deus é. E a resposta do nosso amor ao amor divino (Apocalipse 4. 8,11).

NÓS MESMOS COMO CENTRO DAS NOSSAS ORAÇÕES

Aqui vamos a Deus para apresentar necessidades pessoais. Embora falando com Deus, o foco da atenção e a satisfação das nossas necessidades. Nesse nível temos também três tipos de oração.

4 - Petição é "um pedido formal há um poder maior". É apresentação a Deus de um pedido visando satisfazer uma necessidade pessoal, tendo como base uma promessa de Deus. Nesse tipo de oração o pedido é feito em Fé, com a certeza da resposta de acordo com Marcos 11.24.

5 - Consagração ou Dedicação- É  uma atitude de submissão à vontade de Deus. Essa oração é para as ocasiões em que a vontade de Deus é desconhecida. Exige espera, consagração e inteira disposição de conhecer e seguir a vontade do Pai.

6 - Entrega - É a transferência de um cuidado ou inquietação para Deus. É lançar o cuidado sobre o Senhor com consequente descanso.

 

OS OUTROS COMO CENTRO DAS NOSSAS ORAÇÕES

7 - Intercessão - Aqui vamos a Deus como sacerdotes, como intercessores, levando a necessidade de outra pessoa. Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a sua causa.

O PODER DA ORAÇÃO NA VIDA DO DISCÍPULO

A medida em que um discípulo de Jesus descobre o poder da oração em sua vida passa a experimentar um avivamento dentro de sua realidade. Aqueles que realmente oram a Deus disciplinadamente tem a resposta do Senhor para todas as situações. Para você crescer na oração vamos ver algumas definições de oração.

Definições de oração:

·         Oração é o primeiro passo para conhecer a Jesus (Romanos 10.13).

·         Oração é reconhecer a presença de Deus.

·         Oração é o meio de conhecer a Deus ultimamente

·         Oração é ir em Direção às promessas de Deus

·         Oração é a chave para a Vitória

·         Oração é a verdadeira respiração da vida espiritual.

O poder da oração tem inúmeras avenidas de liberação:

·         Na oração Há Poder para compartilhar a Palavra de Deus;

·         Na oração há poder para um avivamento permanente;

·         Na oração a poder pra mover a mão de Deus;

·         Na oração Há Poder pra trazer o Espírito Santo presente em todas as nossas realizações.

Jesus, nosso maior exemplo:

·         Jesus necessitava de um tempo a sós com seu Pai. Ele se retirava para lugares desertos e orava (Lucas 5.12-16). Ver também Mateus 14.23; Marcos 1.35; Lucas 6.12; 9.18 e 11.1.

·         Jesus só se lançou no seu ministério depois de completar seu preparo com jejum e oração.

·         Jejum e oração são parte do preparo de todos os discípulos e líderes, para o desempenho de cada tarefa que lhes é confiada por Deus.

Inimigos da oração

O propósito de Deus é ouvir as orações. Jesus disse: "Graças te dou porque sempre me ouves" (João 11.41,42).

Mas há obstáculos, problemas, inimigos que se infiltram na vida de oração e impedem a manifestação do poder de Deus. Veremos alguns deles.

1 - Relacionamentos errados na família (I Pedro 3.1-7);

2 - Falta de Perdão (Marcos 11.25);

3 - Contendas (Tiago 3.16);

4 - Motivações errada (Tiago 4.3);

5 - Desobediência a Deus (Isaías 59.1,2);

6- Dúvida e incredulidade (Tiago 1.5-7);

7- Depender da fé do outro (João 15.7).

8- Falta de entendimento da nossa posição em Cristo.

Como ser definido na oração?

1- Analise suas orações. Coloque de lado aquelas que não são sinceras ou feitas por mera obrigação. Separe as coisas que realmente você deseja, aquilo que está verdadeiramente em seu coração e para o que espera resposta específica.

2 - Escreva o seu desejo. Isso lhe ajudará a ser específico e preparar-se convenientemente para apresentar sua petição a Deus, auxiliado pelo Espírito Santo.

3 - Busque na Bíblia textos que se referem ao que você deseja, quer Em promessas, ou em princípios.

Deus tem compromisso com  Sua palavra Ele é absolutamente fiel ao que prometeu.