A TENTAÇÃO

Desde o momento em que o homem nasce, tende a inclinar-se mais para o mal do que para o bem; muitas pessoas, por ignorar a maneira de vencer essa natureza que as impulsiona a fazer o mal, sentem-se impotente para lutar contra ela e, por esse motivo, acabam entregando-se e convencendo-se de que não conseguem mudar de atitude. O Salmista Davi, em sua oração dizia: "Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe" (Salmo 51.5). Entretanto, mesmo tendo o conhecimento de sua natureza pecaminosa, Davi sabia que em Deus havia Redenção através do sangue (Salmos 51.7).

Deus é o Seu criador e você é a Sua criação. Deus ama você, mas odeia o pecado, porque fere, mata e destrói a sua criação. Quando você aceitou a Jesus, você automaticamente rejeitou a Satanás e suas obras, ele agora é seu inimigo e fará todo o possível para fazê-lo pecar e envergonhar o nome de Jesus.

Esse esforço em fazer-nos pecar, Bíblia chama de "tentação". A tentação é tão necessária para fortalecer os cristãos quanto o exercício é necessário para o atleta. Quando aprendemos resistir à tentação, crescemos e nos capacitamos ainda mais para a vida cristã Vitoriosa (Tiago 1.14; Provérbios 1.10).

A tentação de um duplo propósito

De acordo com Gênesis 3.4-5, vemos que o duplo propósito da tentação:

1 - Que o homem cresse que Deus mentiria (ver o que Deus disse em Gênesis 2.17);

2 - Que o homem cresse que poderia alcançar a mesma grandeza de Deus.

A tentação tem seus objetivos específicos

1 - Questionar autoridade de Deus;

2 - Levar o homem a desobediência;

3 - Separá-lo completamente de Deus.

A tentação não é pecado, mas é um convite para pecar (I Coríntios 10:11-13;Tiago 1.14,15).

O apóstolo Tiago fala que cada um é tentado quando atraído por sua própria concupiscência,  ou seja,  a natureza perversa que existe dentro de cada um de nós.  O adversário sabe qual é a área falha de cada pessoa, por isso prepara a tentação de acordo com a debilidade de cada um.

Táticas da Tentação

Os novos cristãos pensam, às vezes, que a vida deles ficará livre das tentações.  Mas estamos lutando contra um inimigo que possui táticas e planos de batalha. Os cristãos não devem lutar contra um oponente organizado, de maneira completamente desorganizada. A diferentes tipos de tentação e modos diferentes de enfrentá-las. (Efésios 6.12).

Dois fatores estão envolvidos numa guerra: poder estratégia, Ambos são importantes. O cristão deve utilizar o poder do Espírito Santo em seu interior. Porém, mesmo com o poder adequado, a Vitória não está necessariamente garantida; isso porque você deve usar o poder de maneira certa e no tempo certo.

A Origem de todo mal é Satanás

O Diabo se aproxima do homem mediante três canais básicos. Na Bíblia eles são chamados: o diabo, o mundo e a carne. Temos uma guerra nas mãos. Enfrentamos o inimigo de cada dia ((I Tessalonicenses 5. 23). O homem total consiste em espírito, alma e corpo; quaisquer tentações terão como alvo uma dessas áreas. Quando você está sendo tentado é crucial descobrir qual o tipo de tentação, Pois cada um deles é Tratado de modo diferente.

As áreas de Tentação

1 -  O diabo

Quando você é tentado a negar a bondade de Deus, a palavra de Deus, ou a Fidelidade de Deus, Esses são os ataques diretos à sua percepção de Deus (espírito).

Como enfrentar o ataque demoníaco direto sobre a perfeição de Deus? ( Tiago 4.7).

Não há melhor meio resisti ao diabo do que aquele usado por Cristo na mesma situação ( Lucas 1.12). Jesus lançou a Escritura contra o maligno. Esse é o melhor modo de oferecer resistência. Afim de enfrentar esse Clemente esse tipo de Tentação você precisa conhecer a Bíblia (Salmos 119.11). Quanto mais você guarda a Palavra de Deus em seu coração, tanto mas ia estudá-la e dominá-la, e ficará cada vez mais preparado para tratar efetivamente deste fim de tentação.

2- O mundo

O  segundo canal para o ataque do inimigo é o mundo. O tipo de mundo que estamos falando é mencionado em João 2.15. " não ameis o mundo nem às coisas que há no mundo..."  ou Romanos 12. 2 "E Não vos conformeis com este mundo...". Este tipo de mundo significa:  o mundo dos homens perdidos e à sociedade, cultura e sistema de valores estabelecidos por eles.  As tentações mais traiçoeiras têm origem neste canal, o mundo! Na maioria das vezes em que você tem dado pelo mundo, a tentação não é para fazer qualquer coisa ilegal ou sórdida.  Todavia ela é devastadora para sua guerra espiritual.

O tipo mais difícil de Tentação vem do mundo. Muitas tentações são diretamente dirigidas a sua alma, porque envolvida nela está o que é chamado de orgulho ou ego! (Gênesis 13.1-8).

Como tratar esse tipo de tentação?  Leia Mateus 6: 19-34; I João 2.15).

Se você permitir que o amor de Deus esfrie em seu coração, o mundo oco parar Então o lugar vazio. Se você descobrir que está amando excessivamente o mundo, Esse é o sintoma de um problema mais sério. Não lute contra o sintoma; deixe que ele alerte você sobre o problema real. O verdadeiro problema é que algo aconteceu ao seu amor por Cristo.

3 - A carne

O último canal da tentação é a carne. Outro tipo de carne que falamos é o referido em Gálatas 5.17. A carne é sua inimiga!

Entre o espírito, a alma e o corpo, O mais difícil de compreender é o corpo. Esse é o seu "eu"  material:  a carne, os ossos, os olhos. Algumas tentações são

dirigidas diretamente aos impulsos biológicos do corpo, tais como o sexo e a comida. O cristão é constantemente tentado a fazer mau uso  desses impulsos biológicos dados por Deus (II  Samuel 11. 1-4).

A tentação do sexo ilícito é um grande problema na maioria das culturas. Leia II Timóteo 2.22; I Coríntios 6.18.  A tática ensinada pela Palavra de Deus é fugir. Você não é orientado a lutar, mas a fugir. José é um bom exemplo disto; quando a mulher de Potifar tentou seduzi-lo, ele correu (Gênesis 39). Não pense que você é um super-herói, ou, uma heroína; obedeça  a Palavra  de Deus e siga o exemplo de um vencedor. Quando estiver diante de uma tentação, faça como José: corra!

Jesus nos garante vitória sobre tentação

A Palavra  de Deus nos afirma, que o Senhor é fiel e não deixará que sejamos tentados além do que possamos suportar, ao contrário, Ele dará a saída para que possamos suportar. (I Coríntios 10. 13).  Em I João 3.8, está escrito: " para isto o filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo". Agarre-se a Jesus! Creia n'Ele e você será mais que vencedor.